Loading

Blog da Aninha

Existe seleção imaginária?

enviado por Ana Paula, 25 de Maio de 2010 Comentários 2 comentários

 


fonte: www.livresportes.com.br

A nação pentacampeã pára quando o assunto é futebol! O Brasil possui milhões de técnicos, com táticas e estratégias as mais diversas. Mas quem comanda mesmo a seleção é apenas um mortal em conjunto com sua comissão. Vamos imaginar, no entanto, que você, que está lendo este texto, pode convocar uma seleção e definir o seu esquema tático. Simples? Nem tanto... Na prática esta realidade é outra.

Imaginemos que Dunga fosse atender às vontades de palpiteiros e convocasse Neymar (um ótimo reforço no ataque), Ganso (jogador criativo e inteligente) ao lado de Kaká (seria a realização do sonho de milhões de brasileiro), mais os craques Ronaldinho Gaucho e Adriano (o imperador) para compor o elenco. Com estes nomes como jogaria a sua seleção?

Será que esta seleção jogaria? Ou arriscaríamos estar diante de uma equipe descomprometida com o grupo como no episódio do último mundial 2006, quando horas após a desclassificação da equipe, jogadores festejavam enquanto milhões de cidadãos lamentavam a derrota. Você deve estar me questionando, se o momento agora não é outro e se não poderíamos ter uma seleção mais criativa, ofensiva com futebol arte. Este debate é o que proponho a partir de agora. Envie seu comentário, pois neste texto você pode contribuir para escrever o melhor final. Convoque sua equipe imaginaria e monte seu esquema. Conto com você!

 


Compartilhe:
  • Twitter
  • MySpace
  • Facebook
  • Orkut
  • Digg
  • Delicious
  • Buzz Yahoo
  • Technorati
  • Live
  • Google Bookmark

Postado em: futebol, LivrEsportes.

Tags: futebol, Homenagem, Livresportes, Seleção.

 


 

Comentários

 

 

Antonia maria -

Parabéns tudo de bom pra vc.

Abraço e beijos.

 


 

Rolivers -

O problema de todos os técnicos que passam pela seleção brasileira de futebol é ter em excesso aquilo que falta para os técnicos das demais seleções de outros países: jogadores habilidosos e capazes de definir um jogo. É justamente esta fartura que deixa os técnicos na berlinda, porque nunca há uma opinião unânime. Além disso, há muita gente que se deixa influenciar pela imprensa quando não pelo coração. Mas o futebol há muito deixou de ser um esporte que se pratica apenas com o coração, pois hoje é um grande negócio que movimenta grandes somas em dinheiro. O futebol paixão tornou-se "Futebol Ltda." e para vencer é preciso práticas empresariais e muito profissionalismo, o que implica em responsabilidade e comprometimento. Por isso não dá para o Dunga de uma hora para outra abrir mão de qualquer um dos jogadores que testou e já conhece, para colocar no lugar um novato como Neymar ou Ganso, sem contar que isto causaria descrédito a tudo que ele vinha declarando desde então no sentido de levar para a Copa aqueles jogadores que ele testou e aprovou.

Ainda que por trás dos bastidores possam ocorrer muitos interesses alheios ao esporte em si, a seleção deve estar coesa em nível técnico, físico e psicológico para alcançar seu objetivo de vencer o campeonato mundial, por isso não cabem inserções passionais como: "põe fulano!", "tem que convocar sicrano!".

O futebol praticado hoje não é mais aquele que permitiu que Pelé despontasse aos 17 anos de idade. Não há mais o amadorismo e a paixão. O futebol-arte sobrevive em meio ao profissionalismo, mas aquele futebol-arte que é referência e expectativa para muitos torcedores, acabou na Espanha em 5 de julho de 1982. Então muitas seleções imaginárias - que na maioria têm ênfase apenas no ataque - poderiam resultar em retumbantes fracassos se fossem trazidas à realidade.

 


 

 

Deixe seu comentário

 

(obrigatório)

 

(obrigatório, não será divulgado)

 

(opcional)

 

 

(obrigatório)

 

 




 




Arquivos



Categorias



Twitter








Tags

Alter do Chão   Alterosa no Ataque   Amizade   Amor   Ana Paula   aniversário   ano novo   Antônio Carlos Gomes   árbitro   Armando Nogueira   assalto   Auriflama   Beijaço   beneficente   Brasília   Cacau Show   cachoeira   Carlos Alberto Simon   Conceição das Alagoas   concentração   Copa de 2014   copa do mundo   corinthians   Cruzeiro   Cumplicidade   desenho   despedida   determinação   Diário de São Paulo   Dunga   entrevista   exemplo   expocom   facebook   família   fãs   fazenda   FIFA   fortaleza   FPF   futebol   Futebol amador   glória   Hoje em Dia   Homenagem   ibirapuera   intercom   jogo das estrelas   Livresportes   livro   Manaus   Maria João Abujamra   midia   MMA   Mulher   Mulheres do Futebol   Museu do Futebol   música   Neto   Neymar   Nilson Monção   novos desafios   oficial   oportunidade   orkut   osasco   passarela   Pelejas   pênalti   perfil   Peru   Physicus   Pirenopólis   planejamento   Porto Ferreira   Posição Legal   praia   preconceito   prêmio   projeto   racismo   reality show   record   Red Bull   revista   Revista Digital   Salvador   Santarém   Santos   SBT   Seleção   Seminário   site   twitter   USP   vídeo   violência   violencia   Vitória/ES   voleibol  

[ página inicial ]

 Cadastre-seDiga não ao preconceito!LivrEsportes

Qual a necessidade de gerenciar o conteúdo de sua empresa?twitter facebook facebook

HomePerfilBiografiaBlogAgendaFotosVídeosNotíciasPalestras Contrate a AnaShopContato

 

Ana Paula Oliveira - Todos os direitos reservados 2009
Desenvolvido por AP1! Comunicação